Se a maioria das revistas de histórias em quadrinhos compradas em bancas e livrarias do Brasil é em sua maioria produções estrangeiras (americana, japonesa, européia), com a exceção dos desenhistas brasileiros das grandes editoras, Maurício de Souza e a Turma da Mônica, como e o que os desenhistas do País estão produzindo?
>
Com a catalogação é possível identificar as peculiaridades regionais, as linguagens e os universos em que os autores estão inseridos, dando demonstrativos da produção independentes de histórias em quadrinhos na Brasil. Já que a maioria das publicações que são encontradas em bancas e no mercado editorial são de produções estrangeiras.
>
O universo dos fanzines é hermético e muitas vezes de pouco acesso para o grande público, o catálogo é uma ferramenta onde os editores podem ter contato e acesso a novas publicações. O catálogo será distribuído para cada participante da mostra, veículos de comunicação, pesquisadores, gibitecas de todo o país e nas mostras e festivais de fanzines.
>
Por ser uma produção de poucos exemplares e edições, a maioria do material ser perde, a Fanzinoteca busca criar um acervo para que os editores possam ter seus materiais preservados e de acesso público propagando e irradiando as mensagens propostas.
Anúncios